Imprensa

Provocações brincantes (Resenha/Correio Braziliense)

Publicada em 07 de Junho de 2014

Resenha de Luciana Barreto para o Caderno Pensar/Correio Braziliense
06/junho/2014

"Com o encantado condão de desconcertar realidades e reinventar mundos, o poeta anima a linguagem por meio do ritmo. Em seu dorso de versos, o ritmo, por sua vez, porta e conforma a imagem. E a imagem emerge e se realiza na superfície da palavra - e em toda sua desdobrável clave de aproximações semânticas e remissões à memória daqueles que a colhem. como bem afirmou Alfredo Bosi, a poesia nos dá essa redentora sensação de 'franquear impetuosamente o novo intervalo aberto entre a imagem e o som'.

Pois é nessa impecável conjugação de imagem e musicalidade que Elizabeth Hazin, poeta pernambucana e professora de literatura da Universidade de Brasília, em seu poema-livro Mágica de carrossel (Vieira & Lent), o oitavo de sua trajetória como escritora e ensaísta, confirma sua maestria literária. A autora o faz valendo-se do emblemático brinquedo do parque de diversões como figura constitutiva da arquitetura da obra, movimentando os versos segundo seu reiterado e ritmado giro. (...)"

Para continuar lendo clique na imagem abaixo!

Clique nas imagens para ampliar.

voltar para o topo